Garagem do Clube



Autor Tópico: Toyota proibida de vender Corolla  (Lida 207 vezes)

0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.

Offline Ivo Silva

  • 150CV
  • ******
  • Mensagens: 8308
  • Feedback: +1/-0
  • Escort Xr3iMk3 1983

Offline Frederico Silva

  • 150CV
  • ******
  • Mensagens: 3335
  • Feedback: +5/-0
Re:Toyota proibida de vender Corolla
« Responder #1 em: 26 de Abril, 2010, 21:10:14 »
Pedais e tapetes nunca se deram bem...

Offline SandStorm

  • Administrador
  • 150CV
  • ******
  • Mensagens: 13322
  • Feedback: +6/-0
  • Powered by: Big Booty, shake that ass!
Re:Toyota proibida de vender Corolla
« Responder #2 em: 27 de Abril, 2010, 03:16:05 »
Pedais e tapetes nunca se deram bem...

x2, no meu anterior carro, ia-me espetando graças a isso.

Offline ruitome

  • 150CV
  • ******
  • Mensagens: 9083
  • Feedback: +5/-0
  • 1.25 Techno Plus
Re:Toyota proibida de vender Corolla
« Responder #3 em: 27 de Abril, 2010, 12:09:34 »
Tá a ser um duro golpe para um dos maiores construtores (já foi o maior...).

Em relação aos tapetes, eu só utilizo tapetes moldados, os tapetes que fazem os contornos exactamente iguais aos do carro e não tenho tapete de borracha, porque esses têm tendencia a meterem-se para baixo dos tapetes. Se os tapetes se estragarem, compro outros. É como com os bancos, se se sujarem, lavam-se, não quero capas.

Quando ando com o Bravo do meu irmão ou a Hylux dos meus pais, se for por poucos km's, meto o tapete de borracha logo para trás, junto ao banco, pois já fica fora da zona dos pés, se for mais km's, salta logo para trás. O Corsa não é preciso, que não lhe meteram o tapete de borracha. E nesse, mesmo que metessem, unca trancaria, não tem pedal da embraiagem e o do travão é a atravessar (por ser EasyTronic) e fica longe do chão do caro...

Eu no meu até tenho uma peça no chão do carro que faz travão para o tapete. Vinha com os tapetes, para aplicar na alcativa do carro. Assim não desliza. O material da base do tapete já trava mais que os normais, mas aquilo ajuda mais um pouco.