Garagem do Clube

Autor Tópico: Motor a bater (após mudar velas) - motor novo com 2 anos e 10 kkm  (Lida 2931 vezes)

0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.

Offline rbpaulo
  • 50CV
  • *
  • Mensagens: 60
  • Feedback: +0/-0
Boas tardes, amigos.

Como alguns de vós já devem saber, encontro-me no Reino Unido, e pouco contacto tenho com o meu Fiesta, apenas quando vou a casa. No dia-a-dia, ele é conduzido pela minha esposa, uma vez que na Madeira apenas temos um carro.

Nesta quadra natalícia, aquando da minha visita a casa, reparei que o carro estava a começar a falhar ao ralenti (para quem não sabe, o Fiesta pede velas novas por volta dos 30 kkm, e os sintomas começam pelo ligeiro falhar a frio. Esta quilometragem foi-me confirmada pelo chefe dos mecânicos da Madeira Autocar - o concessionário Ford da ilha da Madeira). No meu carro, esta quilometragem confirma-se, pois o meu Fiesta (que tem nesta altura 80 kkm) levou velas novas aos 33 kkm (champion de platina), tendo por volta dos 72 kkm (Julho de 2014) começado com os mesmos sintomas. Comprei umas NGK de platina. coloquei-as e ficou a trabalhar a 3 cilindros. Conhecendo a preferência deste motor 1.25 pelas velas de origem (curioso que as velas NGK de platina que comprei tinham menos de 1 mm de diferença para as velas Ford Motorcraft com eléctrodo de cobre) vi-me obrigado a comprar no concessionário Ford umas velas Ford para meter o carro a trabalhar em condições para a minha esposa poder ir trabalhar. Entretanto, chegado à ilha agora em Dezembro, comecei a sentir o tal falhanço a frio e estranhei, uma vez que as velas Ford Motorcraft (com eléctrodo em cobre, porque a Ford já não vende velas de platina com marca própria) que comprei na Madeira Autocar tinham apenas 10 kkm. Retirei as velas e qual foi o meu espanto em que uma estava partida e a outra partiu-se assim que a tirei da chave de velas, que é apropriada e tem o centrador em borracha para agarrar a vela e deixá-la centrada quando a colocamos ou retiramos do motor:



Fui comprar umas NGK com eléctrodo em cobre e o carro ficou a trabalhar, mas... aqui é que temos o mas... começou a fazer uma batucada enorme, como se tivesse uma válvula a bater, barulho esse que acalmou pouco depois, mas que continua a fazer, embora faz ligeiramente de uma forma mais audível a frio e depois pouco faça quando quente (sente-se e ouve-se, mas não da forma extremamente alta como fazia assim que arranquei o carro. Gostaria de referir que as velas Ford Motorcraft que retirei do meu carro eram Made in Russia.

Fui à Ford e a explicação eu me deram (e que eu já ia prevenido para ouvir, pois informei-me antes disso) ´´e que tinha sido eu que tinha feito muita força. Retorqui e disse que de facto uma partiu-se quando a retirei da chave de velas, mas a outra já estava partida assim que retirei o cachimbo da vela, tendo a certeza de que caíram algumas partículas da parte cerâmica para dentro do motor. Não pedi ao concessionário responsabilidade alguma, uma vez que eles apenas me forneceram o produto que o fornecedor deles lhes enviou confiando no sistema de qualidade implantado pela marca. Apenas fui lá para pedir uma opinião ao chefe dos mecânicos e para pedir 2ª via da factura uma vez que estava na disposição de expor o caso por escrito à Ford Alemanha (já decidi não o fazer, pois só vou perder tempo ou dinheiro).

Após audição pelo chefe dos mecânicos da Madeira Autocar (e que desde já agradeço a atenção e disponibilidade), chegou-se à conclusão de que o motor não cospe qualquer tipo de líquido pelo escape (o que poderia acontecer se entortasse uma válvula, por exemplo), não falha apesar do bater do motor, não parece estar a consumir óleo, e continua a puxar extremamente bem como sempre. Os consumos também não se ressentiram depois de ter feito 200 kms após esta situação. Fui aconselhado de que se abrir o motor, iria gastar na Ford cerca de 700 a 800 €uros provavelmente sem necessidade uma vez que à parte do matraquear do motor (mais a frio, porque a quente tem alturas que quase nem se sente), o carro não tem mais sintoma nenhum. Na opinião dele, o pedaço de cerâmica poderá ter ficado cravado na cabeça do pistão, indo o carro diminuindo gradualmente de barulho, conforme o pedaço for sendo desgastado pelo trabalhar do motor. Se tivesse eventualmente para partir, já teria tido outros sintomas.

Estou a ficar meio preocupado, porque a minha esposa só agora é que agarrou no carro quando regressei ao UK, e telefonou-me dizendo que o carro faz muito barulho do motor. Perguntei-lhe se fazia mais barulho do que quando eu aí estava, e disse-me que uma vez que não estava a conduzir, não prestou atenção, e não sabe se pode andar assim ou não.

Depois deste testamento todo, aqui vão as perguntas, a ver se alguém me dá algumas luzes... já Aconteceu algo parecido a alguém ou a algum conhecido vosso? Se sim, como resolveram?

Um abraço e obrigado pela vossa atenção.
Ricardo Paulo.
« Última modificação: 03 de Setembro, 2015, 22:22:01 por rbpaulo »

Offline rbpaulo
  • 50CV
  • *
  • Mensagens: 60
  • Feedback: +0/-0
Re: Motor a bater (após mudar velas) - motor novo com 2 anos e 10 kkm
« Responder #1 em: 03 de Setembro, 2015, 22:21:17 »
Olá, boas noites.

Após a colocação deste tópico (apesar de não ter tido resposta alguma), venho por este meio colocar à vossa disposição o desenrolar do problema que esta situação das velas provocou. Quem sabe, se infelizmente algo de semelhante vos acontecer, a informação contida neste tópico vos possa ajudar a ter algumas luzes na resolução do problema.

Resumindo, a minha esposa andou com o carro desde Dezembro até meados de Junho (cerca de 11 kkm) sempre com o motor a bater. Em Março, foi ao mecânico que trata de todos os carros da família (pais e irmãos) e disse-me que o mecânico meteu um pouco de óleo. Até aqui, nada de anormal. Em meados de Junho telefona-me e diz-me que o carro acendeu por duas vezes no mesmo dia o aviso no rádio  de que o óleo do motor estava com pressão baixa. Nenhum aviso de falta de óleo apareceu no painel de instrumentos. Pedi ao meu sogro para a ajudar a ver o óleo, ao que me diz que o óleo nem tocava na vareta. Comprado um litro de óleo, o mesmo só passou a tocar no fundo da vareta. Conclusão, carro no reboque e mecânico.

Entretanto, expliquei ao mecânico aqui desde Inglaterra o que se passava e pedi-lhe para abrir o motor e ver o que estava errado. Veredicto: segmentos e pistão na sucata.

Depois de ele tentar arranjar na Madeira os pistões, segmentos e camisas para reparar o motor, fui informado de que não conseguia e a própria Ford na Madeira não lhe vendia o material. A provável solução seria comprar o material por cá e mandar para a Madeira.

Após algumas pesquisas, encontrei no EBAY um motor de um Ford Fiesta MK8 (estes agora novos de boca grande) com o código SNJB, de 2013 (de acordo com a etiqueta presente no motor, foi montado a 23.Julho.2013) com cerca de 6'000 milhas (9700 kms, mais ou menos), de um Ford Fiesta MK8 Zetec com 82 cvs. O preço em conta (£ 399 ou cerca de 550 €uros) levou-me a comprá-lo e a fazer cerca de 300 e poucos kms para cada lado para o ir buscar (fui busca-lo já depois de Folkstone, onde se encontra o Eurotunnel).



Analisado o motor aqui no meu mecânico no Reino Unido (e meu amigo pessoal), estava de facto tudo em estado novo, tanto faz embraiagem como correia de distribuição). Foi feita uma caixa de madeira com base numa palete, onde foi colocado o motor completamente vazio (atenção que várias empresas de transportes já não aceitam transportar motores derivado às pessoas dizerem que tiraram o óleo do motor e verifica-se aquando do transporte que tal não acontece, provocando por isso danos) e uma caixa com os acessórios desmontados (nomeadamente embraiagem, bobina de ignição e suportes).





Entretanto encontrei uma "espécie" de correctora de envio de paletes (tipo intermediário), o qual depois de uma recusa inicial por parte de um elemento dessa empresa, fui contactado por um segundo elemento da mesma, o qual depois de eu garantir de que o motor se encontrava completamente vazio de óleo e de que pagaria quaisquer danos se se comprovasse que tivessem sido provocados por algum óleo (que não existia no meu motor), me conseguiu um preço perto de 250€ (as únicas que me aceitavam fazer o serviço depois de bastantes recusas, pediam-me preços de 600 a 700€) para me colocar o motor na ilha da Madeira. A transportadora contractada por esta empresa para fazer o serviço foi a TNT, o que me deixou extremamente satisfeito e descansado.

15 dias depois, o motor estava a ser entregue na oficina onde se encontrava o meu Ford, e precisamente um dia antes de eu chegar à Madeira, o carro estava a ser entregue à minha esposa.

Apesar de nos primeiros quilómetros o motor se encontrar extremamente preso (estava parado à cerca de um ano, tendo rodado muito pouco tempo na viatura inicial), com a rodagem que lhe fiz, soltou-se e já sinto o meu carro como estava antes de todo este episódio.

Agora uma coisa é certa... velas Ford no meu carro, nunca mais. Gato escaldado de água fria tem medo, e pela experiência que já tive, as Champion de pólo de platina para os nossos Fiestas, na minha opinião e experiência, metem as velas originais a um canto (ah, e não são feitas na Rússia).

Um abraço e obrigado pela atenção.
Ricardo Paulo.
« Última modificação: 03 de Setembro, 2015, 22:27:43 por rbpaulo »

Offline dodge2
  • 45cv
  • Mensagens: 25
  • Feedback: +0/-0
  • It's not a race..it's a rally
Re: Motor a bater (após mudar velas) - motor novo com 2 anos e 10 kkm
« Responder #2 em: 07 de Setembro, 2015, 14:24:07 »
Fico feliz de ter acabado bem apesar das dores de cabeça que deve ter causado. O0

Offline koiratu

  • 150CV
  • ******
  • Mensagens: 7004
  • Feedback: +5/-0
  • A ti não te custava nada e a mim sabia-me tão bem
Re: Motor a bater (após mudar velas) - motor novo com 2 anos e 10 kkm
« Responder #3 em: 07 de Setembro, 2015, 20:04:56 »
Fico feliz de ter acabado bem apesar das dores de cabeça que deve ter causado. O0

X2

No entanto não acredito que fossem as velas a dar cabo do outro motor. O que não falta é malta a usar velas OEM e satisfeito... mais... alguns tiveram problemas mesmo foi quando deixaram de usar as de origem... mas o problema está resolvido é o que importa :)