Garagem do Clube

Autor Tópico: [Eletrónica] Como utilizar um multimetro  (Lida 14114 vezes)

0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.

Offline ruitome

  • 150CV
  • ******
  • Mensagens: 9083
  • Feedback: +5/-0
  • 1.25 Techno Plus
[Eletrónica] Como utilizar um multimetro
« em: 18 de Janeiro, 2008, 02:20:46 »
A pedido de um user e como vários têm medo de meter as mãos no meio dos fios, decidi fazer aki uma explicação básica para o uso de um multimetro, que pode ser muito útil para poupar alguns euros no electricista e permitir que façamos algumas mod's, que se tivessemos que ir ao electricista nunca as fariamos... De mim falo...

Um multimetro é um aparelho que mede várias grandezas electricas, principalmente correntes e tensões, ou por outras palavras amperes e volt's, respectivamente.

Os multimetros podem ser analógicos, por norma mais precisos, ou gigitais, que fazem a conversão do sinal analógico e convertem a posição da agulha num valor numérico. Podem também ter uma agulha, mas num lcd, mas é tudo a mesma coisa.

>>> Multimetros analogicos:

     

>>> Multimetros digitais:

               

Para simplificar as coisas, vou utilizar o multimetro do tddif2000 que me pediu ajuda. Os restantes funcionam de forma identica, com pequenas diferenças...



>>> Conhecimentos básicos

Para começar, é preciso saber que os carros utilizam corrente directa. Há a corrente alterna que é a corrente das nossas casas e que pode ser representada por AC (Alternate Current) ou CA (corrente alterna) que se pode ver pelo simbolo que precede o valor da tensão da rede, ~220V. Este "~" representa a corrente alterna, evitando o AC ou o CA.

O carro utiliza a corrente directa DC (Direct Current) ou CD (corrente directa).

Bom, mas é melhor deixar-me destas converssas, senão breve comelçam a dormir...

Nesse multimetro, podemos ver lá as areas marcadas com várias simbologias, mas a única que nos interessa é a DCA e DCV. A primeira é para medir correntes e a segunda é para medir tensões, ou seja, amperes e volt's, respectivamente.

Normalmente o que se mede é a voltagem, por isso é o que vou passar a explicar.

Para podermos medir qualquer coisa, temos que ter duas pontas de prova (aqueles fios que ligam no multimetro e com um bico metálico na outra extremidade).

Eles devem ligar-se assim:



E é assim, porque se repararem no buraco de cima é para corrente alterna, daí o A no ADC...

O COM é sempre a massa, por isso é só enfiar lá a ponta preta e na outra, a vermelha, que vai ser o (+).

Agora é só escolher a escala. Como estamos num carro, não temos valores muito para além dos 12v, por isso podemos escolher os 20v que lá aparecem, rodando para a esquerda até à posição 20V, dentro da área DCV.

>>> Teste de tensão

E estamos prontos para medir tenções (volt's) à vontade. Basta colocar a ponta preta (massa) numa área metálica qualquer, que nao tenha tinta e claro que esteja em contacto com o chassis, como o ferro que fica debaixo da consola  central, os parafusos dos bancos, o fiel da porta, etc, etc (é uma questão de procurarem) e a outra ponta coloca-la no local onde querem medir a tensão.

Podem testar isso nos bornes da bateria. Colocam o vermelho no (+) e o preto no (-). Vai dar-vos qualquer coisa na ordem dos 12v. Se colocarem ao contrario, vai dar-vos -12v. Se tiverem ligado os fios no multimetro ao contrário, também vai dar valor negativo. Mas isso é indiferente, porque não há correntes negativas no caso de corrente directa.

Quando escolhemos 20v, podiamos ter escolhido qualquer uma das opções superiores, mas se escolhermos o valor mais proximo do que vamos medir, a precisão é superior. Se não soubermos qual é o valor, mais vale escolher o mais elevado e depois consuante o valor obtido, podemos ajustar para o valor mais proximo, para termos mais precisão, mas tendo sempre em atenção que esse valor que escolhemos é o valor máximo, por isso num carro, se houvesse lá marcados 10v, não o deviamos usar, porque o carro tem 12v.

>>> Teste de condutividade

O meu multimetro (em baixo) tem ainda uma coisa muito útil, que é o teste de condutividade. Tddif2000, deves tar a perguntar que bixo é esse, mas é apenas verificar se há passagem de corrente, como forma de testar se um fio está partido, por exemplo.



Se houver alguma situação que temos um fio dentro de um painel qualquer e temos dúvidas se ele está ou não partido, podemos seleccionar a opção seleccionada e colocar cada uma das pontas de prova em cada uma das extremidades do fio. Se apitar é porque passa corrente e quer dizer que o fio não está partido.

Antes de fazerem o teste, podem encostar uma ponta de prova à outra e se apitar é mesmo essa a posição. Isso é o que se passará, quando encostar a cada uma das pontas do fio.

Essa posição tem lá uma campainha (mesmo em frente à seta), que é a posição que deve estar seleccionada para fazer este teste.

>>> Corrente

Caso queiram medir a corrente, têm que escolher a zona DCA. Agora, aki a forma de medir já é diferente. Uma das pontas tem que estar antes do motor e outra depois do motor e assim ficamos a saber qual é a corrente que passa através dele. Por exemplo numa lampada, uma das pontas tem que estar antes da lampada e a outra depois. Conforme estejam as pontas de prova, irá dar valor positivo ou negativo na corrente, mas aki o valor nunca é negativo. Se der negativo é porque as pontas estão colocadas ao contrario, mas isso também não interessa, porque o que interessa é o valor, é que a corrente é sempre em módulo (o módulo de matemática, que transforma qualquer valor positivo ou negativo em positivo).

>>> Outras funções

Os multimetros teem por vezes outras funções, como é o caso deste que o tddif2000 tem, que é aquela parte para ver as pernas dos diodos, ams isso já não sei, alias já nem me lembro da diferença dos PNP e NPN, mas isso também não costuma fazer falta. Se alguém souber e quiser actualizar isto, tá à vontade.

é só engenheiros :D :D :D

eu se me mete-se dentro do carro com um busca-pólos o desgraçado nunca mais andava :D :D :D :D :D :D :D

Ainda continuas a pensar o mesmo? :D :D :D

Agora já é capaz de andar, ao soluços, mas anda.  :idiot2: ;D :crazy2: :uglystupid2:

NOTA:
Não se preocupem de fazer asneira, ou de ligarem o multimetro a locais estranhos, porque não estraga e não faz passagem de corrente e não queima.

Mas se nas ligações dos fios fizerem porcaria, tão lá os fusíveis para "perder a cabeça". Eu uma vez rebentei com 3 seguidos, mas, claro, foi culpa minha, porque tinha 2 fios ligados ao mesmo local... :uglystupid2:

>>> Link's importantes

http://www.rolcar.com.mx/Mecanica%20de%20los%20sabados/Multimetro/multimetro.htm

http://br.geocities.com/washinbueno/dica16.html
« Última modificação: 20 de Fevereiro, 2018, 20:36:16 por acm »

Offline tddif2000
  • 130CV
  • *****
  • Mensagens: 2364
  • Feedback: +0/-0
Re: Como utilizar um multimetro
« Responder #1 em: 18 de Janeiro, 2008, 09:06:08 »
Onde é que fica o rio mesmo ??? :D

Conclusão, eu quero saber se chega corrente ao casquilho da lâmpada de marcha atrás, como é que devo colocar a engenhoca, é que já é o segundo pq o primeiro ia a fazer um teste como se fosse um busca pólos, directamente na ficha de casa e deitei a luz abaixo e derreti as pontas :P

Offline ruitome

  • 150CV
  • ******
  • Mensagens: 9083
  • Feedback: +5/-0
  • 1.25 Techno Plus
Re: Como utilizar um multimetro
« Responder #2 em: 18 de Janeiro, 2008, 13:11:15 »
Onde é que fica o rio mesmo ??? :D ...

Cujitei, cujitei, mas não almejei! :o :o Mas qual rio?

Para veres se tes corrente a passar na lampada, é fácil, mas é mais facil ver se tem lá tensão, porque se houver tensão, há corrente. Parte-se da Lei de Ohm, em que V=R*I, é facil de perceber, que para termos tensão, temos que ter corrente. É só matemática.

Mas deixemo-nos de converssa e passemos à pratica.

Para ver se há tensão nas tomadas em casa, basta colocar na área ACV e escolher a escala. Deves escolher uma acima de 200. De certeza que tens uma a cima desse valor. Como disseste que o teu ia só até 600 em vez deste que vai a 1000, presumo que estavas a falar na escala DCV e por isso se essa escala é menor, é provavel que a outra também tenha um valor inferior ao que este multimetro tem, mas de certeza que tem um superior aos 200.

Depoios é so colocares uma ponta num orificio da tomada e outra no outro. Podes tamb+em testar com uma ponta num orificio e a outra no contacoto da terra (aquela chapinha de lado, que até ajuda a segurar as fichas), porque eu já vi uma instalação que tinha 220v na terra. Cromos. :uglystupid2:

Se quiseres ver se a lampada de marcha-a-tras funciona ou não, basta tirares a lampada do local e colocares uma ponta em cada um dos contactos, mas para teres um valor correcto, deves escolher os 20 na escala DCV. Como já tinha dito, comocares uma ponta num contacto ou no outro é irrelevante, apenas te vai mudar o sinal, mas o que te interessa é saberes se tem ou não tensão ali, mas de qualquer das formas, o positivo é o contacto que tca o cu da lampada e a massa é o que toca a lateral.

Por exemplo no caso do MK4:


Isto é a luz de stop (como liguei para o 3º stop), mas é a mesma coisa (só que para testares esta, tens que trancar o pedal do travão, senão não chega lá nada...obvio).



Se reparares aqui, há uma chapa que toca a lateral da lampada, e outra (bola vermelha) que não toca e que depois vira para baixo, vai tocar o cu da lampada. Se colocares uma ponta numa chapa e a outra na outra, vais ter lá os 12v. Tens 12v se colocares a ponta vermelha na que tem a bola vermelha, mas se colocares a ponta vermelha na outra chapa, vais ter -12v. A outra ponta, obviamente tem que estar na chapa contraria.

Outra alternativa é tocares com a ponta vermelha no contacto do cu da lampada (pode ser ao contrario, mas dá -12v) e a outra numa zona que ligue ao chassis (mas que nao esteja coberta com tinta), como por exemplo aquele perno onde a fechadura na mala encaixa. Mas isto tem um inconveniente, porque podes ter lá coreente a chegar, mas o fio da massa estar partido e aquilo não vai funcionar, porque estás a fazer o teste para outro lado. O recomendado é mesmo nos 2 contactos onde a luz encaixa. O outro teste é só para espistar, para ver se o fio da massa tá mesmo partido.

Percebeste agora?

Melhor, axo que só se for com um video.
« Última modificação: 18 de Janeiro, 2008, 13:11:49 por ruitome »

Offline Marcio Silva

  • 150CV
  • ******
  • Mensagens: 3539
  • Feedback: +24/-1
Re: Como utilizar um multimetro
« Responder #3 em: 18 de Janeiro, 2008, 13:47:40 »
pah eu ainda nao li tudo pk agora nao tenho tempo mas tens ai um erro de algibeira pah.

Corrente directa :D :D :D :D :D :D, vulgarmente e cientificamente chamada de corrente continua :D :D :D :D :D

Offline CarpoPT

  • 150CV
  • ******
  • Mensagens: 5806
  • Feedback: +11/-0
Re: Como utilizar um multimetro
« Responder #4 em: 18 de Janeiro, 2008, 14:19:51 »
Ja agora so uma coisa.. O do tddif2000 tb tem teste de condutividade, aquele diodozito na escala serve precisamente para medir condutividade que na teoria, usa-se para medir a condutividade dos diodos (diodos em si, leds, e afins), alguns alem de mostrar numeros no visor tb apitam (quando apita é pq tem condutividade), mas como nem todos apitam a descrição "mais" correcta para todagente usar é quando metem as pontas do multimetro nos sitios que desejam medir condutividade, esta tem de se aproximar de 0, caso contrario se nao houver, mostra o valor 1 que significa que não existe condutividade nos pontos medidos.

Outra coisa (esta é mais para os curiosos), para se medir a qualidade do multimetro e das suas pontas/cabos, muda-se a escala para resistencias e metam um valor na ordem dos kohms ou mesmo ohms, toquem as 2as pontas e o valor que aparece tem de ser MUITO próximo de 0 (o ideal seria mesmo 0), caso contrário o multimetro nao é muito fiavel, mas para finalidade de apenas ver se tem tensao, condutividades e afins (nada de muito rigoroso) serve perfeitamente.

Mais uma coisa, na medição de corrente as pontas do multimetro ligam-se em serie e nao em paralelo como se se estiver a medir a tensão, ou seja, para medir tensão e como o ruitome explicou (+ no + e - no - nos pontos que se ker medir), já na corrente a coisa faz-se de maneira diferente: aplica-se a ponta preta no sitio onde vem a corrente e a vermelha para onde vai a corrente, isto é, no caso de uma lampada, mete o preto no fio +12V que deveria ir ligar a lampada e liga-se o vermelho directamente no polo +12v da lampada (isto é um pouco generico pq uma lampada acende tendo 12v tendo em qq um dos polos, tendo para isso tendo apenas diferença de potencial, isto é, não passa de uma resistencia que quer se ligo o + num lado e - no outro funciona, e vice-versa a mesma coisa), resumindo e baralhando é uma grande cagada explicar isto sem recurso a uma imagem pelo menos

Pa quem percebe ingles:
http://www.youtube.com/watch?v=KzjMIcER4EU

Para quem é mais curioso e gosta de ir mais alem:
http://www.deetc.isel.ipl.pt/electronica/LEIC/FAE/aparelhos/amperimetro_digital.htm

Quanto aos PNP e NPN tem a ver com a dopagem dos semicondutores e acho que aqui ninguem precisa disso  O0

Mais uma coisa nao tentem medir a corrente que passa num carro.. Quase de certeza que o multimetro vai rebentar o fusivel pq o max de corrente em multimetros é de 10Amperes (e tem de se trocar o vermelho de sitio)

Qualquer das formas boa ideia Rui  O0

Sorry pelo testamento
« Última modificação: 18 de Janeiro, 2008, 14:26:52 por CarpoPT »

Offline ruitome

  • 150CV
  • ******
  • Mensagens: 9083
  • Feedback: +5/-0
  • 1.25 Techno Plus
Re: Como utilizar um multimetro
« Responder #5 em: 18 de Janeiro, 2008, 15:57:26 »
Carpo, o que falaste tá tudo certo, mas eu já tinha falado em tudo, mas é sempre bom outro a explicar de outra forma.

E os PNP e NPN também sei que tem a ver com a dopagem, e que salvo erro um é controlado por tensão e outro por corrente e que serve para estabilizar circuitos, ou criar filtros de ruído. Já não me lembro bem, porque as minhas cadeiras de electronica foram feitas por cansaço e não por saber.

Essa de medir condutividade como disseste é que não fazia a minima, mas também não me preocupo em medir correntes, porque se há tensão, há corrente... Só é problema se o fio ou o componente a dada altura criar uma resistência muito grande por algum motivo e aí dá cabo da V=R*I e como o R passa a ser muito diferente de 1, é que passo a ter que ver as correntes, mas isso dificilmente acontece, por isso vou utilizando o meu multimetro quase como busca-polos, com a apresentação do valor da tensão.

Offline tiago blanquet
  • 150CV
  • ******
  • Mensagens: 6026
  • Feedback: +7/-0
  • No ganhar é que tá o ganho...
Re: Como utilizar um multimetro
« Responder #6 em: 18 de Janeiro, 2008, 18:00:34 »
Esse multimetro reles do Tddi é igual ao meu e serve bem pra esses arranjinhos. Tambem mede amperagens mas para isso e preciso saber.

Voltagem mede-se com o multimetro ligado em paralelo e amperagem com ele ligado em serie.

Para isso e preciso ter cuidado com a amperagem maxima que o multimetro aguenta. Nesse caso e preciso mudar a agulha de "plug" para o de 10Amp que é o max q esse multimetro suporta. É claro que com as baterias a botar 45 minimo e provavel que torrem o fusivel do multimetro.

Offline tddif2000
  • 130CV
  • *****
  • Mensagens: 2364
  • Feedback: +0/-0
Re: Como utilizar um multimetro
« Responder #7 em: 18 de Janeiro, 2008, 20:15:36 »
conclusão, podia ter pegado nos 5 euros que me custou o multímetro e podia ter comprado uma caixa de preservativos que sempre é mais fácil :D :D :D :D :D

Já andei pra lá a mexer mas aquilo as vezes só mudava de 0 para 1 e as vezes 3 mais nada, concluo que não tenha corrente :-[

Offline CarpoPT

  • 150CV
  • ******
  • Mensagens: 5806
  • Feedback: +11/-0
Re: Como utilizar um multimetro
« Responder #8 em: 18 de Janeiro, 2008, 20:26:15 »
Mas para que querias tu medir a corrente? nao querias dizer tensao?

Tensao é medida em Volts e corrente em Amperes.  O0

Ruitomé se criar uma resistencia muito grande (a tender pa infinito) simplesmente o fio ta partido ou a fazer curto-circuito  O0

Offline tddif2000
  • 130CV
  • *****
  • Mensagens: 2364
  • Feedback: +0/-0
Re: Como utilizar um multimetro
« Responder #9 em: 18 de Janeiro, 2008, 21:14:06 »
eu quero saber se tenho de comprar uma válvula de marcha atrás pq a luz não acende e não é do casquilho nem da lâmpada ;)

Offline CarpoPT

  • 150CV
  • ******
  • Mensagens: 5806
  • Feedback: +11/-0
Re: Como utilizar um multimetro
« Responder #10 em: 18 de Janeiro, 2008, 21:22:45 »
liga o vermelho a um dos polos da valvula e o preto a um ponto de massa. se der logo a tensao no visor, é pq esse é o fio que leva tensao ao sensor e está bom o circuito até ai, por isso mete no outro o fio vermelho e mantem o preto.

Após isso mete a marcha atras e ve se quando a metes aparece tensao no visor do multimetro.

Mais facil ainda é meteres na posiçao de diodo(teste de condutividade) e metes o preto num polo e o vermelho no outro polo da valvula, se quando meteres a marcha-atras aquilo apitar(se nao for dos que apita é olhares e veres se passar de 1 para valores proximos de 0) é pq a valvula ta boa (este teste até podes fazer com a ignição desligada que serve na mesma).


PS liga a igniçao quando fizeres isto tudo pois senao nunca veras tensao no sensor de marcha-atras  O0
« Última modificação: 18 de Janeiro, 2008, 21:25:31 por CarpoPT »

Offline njay
  • 75CV
  • **
  • Mensagens: 273
  • Feedback: +0/-0
Re: Como utilizar um multimetro
« Responder #11 em: 25 de Janeiro, 2008, 09:25:28 »
Sim sr., muito bem, muito bom artigo :)

Nos multímetros que tenho visto o teste de continuidade não é o de díodos, se bem que o de díodos pode realmente ser usado para testar continuidade (sem aviso sonoro). Mas os multímetros que têm teste de díodos tipicamente também têm teste de continuidade. Os que dão um apito se houver continuidade têm normalmente um simbolo com algumas "ondinhas", como este meu aqui:


Já agora, apesar de poder ser usado como teste de continuidade, o teste de díodos não é igual  ao de continuidade. No de continuidade, o multimetro coloca uma tensão fixa nas pontas e mede a resistência entre elas medindo a corrente que passa. No teste de díodos, o multimetro coloca uma corrente entre as pontas e mede a tensão entre elas.

A escala de maior amperagem do multimetro, tipicamente de 10A ou de 20A, e a qual tem uma entrada diferente para a ponta de prova vermelha, tipicamente não tem fusível. Normalmente até lá diz "unfused" (ou seja, sem fusível). Portanto cuidado, se a usarem devem ter a certeza de que a corrente que lá vai passar fica abaixo desse valor máximo, caso contrário podem queimar o multímetro, as pontas, e/ou danificar/degradar a fonte de corrente (como a bateria; se bem que, a menos que estivessem a medir directamente nos bornes da bateria, algum fusível ia disparar). Por exemplo um amigo meu esteve a medir umas correntes nessa escala; depois lembrou-se de ir medir a tensão na tomada lá de casa só que esqueceu-se de mudar a escala e  a entrada da ponta de prova, e puf! O multimetro escapou porque as pontas de prova queimaram primeiro (podemos pensar nelas como um fusível :)). Nesta escala de "alta corrente" do multímetro ele internamente tem um curto, comporta-se como um cabo de ligação directa entre as 2 pontas de prova.

O multímetro do nosso amigo Rui tem o que acho que se chama uma "pinça amperimétrica", e que penso que permite medir, sem "contacto" eléctrico, correntes muito grandes (centenas de amperes), como por exemplo a do motor de arranque. Alguma vez tentaste medir essa corrente Rui? Tu que és tão curioso.

Quanto aos PNP/NPN, servem para testar transístores e medir o ganho, mas não vos vai servir para nada.

Offline ruitome

  • 150CV
  • ******
  • Mensagens: 9083
  • Feedback: +5/-0
  • 1.25 Techno Plus
Re: Como utilizar um multimetro
« Responder #12 em: 25 de Janeiro, 2008, 14:37:23 »
... O multímetro do nosso amigo Rui tem o que acho que se chama uma "pinça amperimétrica", e que penso que permite medir, sem "contacto" eléctrico, correntes muito grandes (centenas de amperes), como por exemplo a do motor de arranque. Alguma vez tentaste medir essa corrente Rui? Tu que és tão curioso ...

Nunca fiz tal coisa. Presimo que estejas a falar daquele "grampo" que aquilo lá tem por cima! Se sim, eu apenas uso isso para o segurar em alguns locais, para dar mais geito (não é Nelson_oli... quando estive a ver o motor do limpa-vidros traseiro...). Mas por acaso não faço a mínima de como é que akilo fucniona. Se souberes, sou todo ouvidos... ou melhor, todo olhos. :)

Offline njay
  • 75CV
  • **
  • Mensagens: 273
  • Feedback: +0/-0
Re: Como utilizar um multimetro
« Responder #13 em: 25 de Janeiro, 2008, 18:54:05 »
Nunca usei nenhum, nem tive a oportunidade de ter um na mão, senão dizia-te :). Mas basicamente sei metes a pinça em volta do cabo onde queres medir a corrente (por exemplo o cabo de saída de um dos bornes da bateria), e depois suponho eu que o multimetro tenha alguma escala para essas medições... não tens por lá nada que mencione, sei lá, 500A ou 1000A ou mais? Lembro-me de ter visto algures na net uns tipos a fazer essa medição num automóvel.
Também deve haver um mínimo de corrente que se consegue medir dessa forma, mas não faço a menor ideia de quanto será (deve ser alguns amperes).

Offline njay
  • 75CV
  • **
  • Mensagens: 273
  • Feedback: +0/-0
Re: Como utilizar um multimetro
« Responder #14 em: 10 de Fevereiro, 2008, 04:36:34 »
Tá aqui um artigozito sobre o "multímetro-pinça" no contexto auto, em inglês:

http://autospeed.com/cms/A_2002/article.html

Offline Manel

  • 90CV
  • ***
  • Mensagens: 622
  • Feedback: +1/-0
Re: Como utilizar um multimetro
« Responder #15 em: 11 de Fevereiro, 2008, 21:13:53 »
voces ja me fazem recordar os bons tempo do meu curso de electronica...  ::)

Offline ruitome

  • 150CV
  • ******
  • Mensagens: 9083
  • Feedback: +5/-0
  • 1.25 Techno Plus
Re: Como utilizar um multimetro
« Responder #16 em: 21 de Julho, 2008, 02:46:26 »
Sei que isto já está parado à montes de tempo, mas fica aki um up com mais um link, que talvez ajude... pelo menos complementa. >:D

http://www.f13pc.pt/forum/showthread.php?t=5093

Offline SandStorm

  • Administrador
  • 150CV
  • ******
  • Mensagens: 13363
  • Feedback: +6/-0
  • Powered by: Big Booty, shake that ass!
Re:Como utilizar um multimetro
« Responder #17 em: 07 de Fevereiro, 2010, 09:56:12 »
Uma cena tão útil e nem estava sticada!
Aiiiiii!
Pronto, stickado e não se fala mais nisso! Tive de andar à procura de informações para ver isto aqui perdido! xD
Muito bom post, TobiaS!  O0

Offline ruitome

  • 150CV
  • ******
  • Mensagens: 9083
  • Feedback: +5/-0
  • 1.25 Techno Plus
Re:Como utilizar um multimetro
« Responder #18 em: 18 de Fevereiro, 2010, 00:39:36 »
Bela teoria lol Pareces perceber da coisa lol
um gajo que chama multimetro a uma pinca amperimetrica e artista lolololol
Sabes a lei de ohm??? lool

Olha que se calhar és tu que estás a ver mal. Se reparares, além da pinça amperimétrica está lá mesmo um multimetro. Aquilo apenas é um apetrecho para fazer as vezes do que o meu tem incorporado.

Olha que para fazer coisas electricas num carro nem é preciso sequer conhecer a lei de Ohm. Basta imaginar que os fios são tubos de água e que os interruptores são torneiras e que as lampadas são depósitos e a bateria é o depósito de fornecimento geral. Já expliquei a muito boa gente coisas electricas segundo esta teoria e olha que fizeram muitas coisinhas giras.

Nem toda a gente tem que saber tudo. Não interessa a forma como se chega, interessa é que se chegue.

Offline Marcio Silva

  • 150CV
  • ******
  • Mensagens: 3539
  • Feedback: +24/-1
Re:Como utilizar um multimetro
« Responder #19 em: 18 de Fevereiro, 2010, 21:21:49 »
Bela teoria lol Pareces perceber da coisa lol
um gajo que chama multimetro a uma pinca amperimetrica e artista lolololol
Sabes a lei de ohm??? lool

este tem a mania que é o maior da rua dele
« Última modificação: 18 de Fevereiro, 2010, 21:22:14 por Marcio Silva »

Offline dlavareda

  • 90CV
  • ***
  • Mensagens: 595
  • Feedback: +1/-0
  • Fiesta MK4 - 1997
Re:Como utilizar um multimetro
« Responder #20 em: 18 de Fevereiro, 2010, 21:33:19 »
Eu não quiz dizer nada porque ainda nao tenho muito tempo de casa, mas ele têm algumas entradas que eu nunca faria, principalmente quando se é novo na comunidade.

Offline luisinho
  • 115CV
  • ****
  • Mensagens: 808
  • Feedback: +1/-0
Re:Como utilizar um multimetro
« Responder #21 em: 18 de Fevereiro, 2010, 21:35:20 »
O rapazinho é mesmo "devil" .

Offline Marcio Silva

  • 150CV
  • ******
  • Mensagens: 3539
  • Feedback: +24/-1
Re:Como utilizar um multimetro
« Responder #22 em: 18 de Fevereiro, 2010, 21:57:28 »
as verdades tem que ser ditas. ainda bem que nao sou o unico a notar ::) ::)

Offline Ivo Silva

  • 150CV
  • ******
  • Mensagens: 8308
  • Feedback: +1/-0
  • Escort Xr3iMk3 1983
Re:Como utilizar um multimetro
« Responder #23 em: 18 de Fevereiro, 2010, 22:08:07 »
Também estou com voces.....Mas isso é problema dos moderadores e da administração (sem desrespeito por eles).......Só acho que o devil devia ser mais soft a demonstrar as opinioes dele....
Abraço..... O0

Offline cienta
  • 50CV
  • *
  • Mensagens: 80
  • Feedback: +0/-0
Re:Como utilizar um multimetro
« Responder #24 em: 19 de Fevereiro, 2010, 00:15:34 »

 
   Boas noites a todos. Não querendo deixar de salientar o facto do post ser extremamente útil quero deixar a minha opinião "Sabe, compreende, entende o que está a fazer? Não? Então não mexa!"
 
  ruitome, Tens escrito por aí algures no início do post que em corrente directa não existe corrente inversa. Isto não é verdade, ainda pra mais com a electrónica presente em quase tudo nos automóveis hj em dia. Existem, sim, formas de impedir que essa corrente inversa seja prejudicial, caso o seja, como é o caso do díodo. Este apenas permite a passagem de corrente apenas num sentido, bloqueando-a em sentido inverso (e não tou a falar da sua polarização). Existem outros meios para o fazer; digo isto pois é fácil ser induzido em erro e cometer alguma asneirada.

  E também que   "Olha que para fazer coisas electricas num carro nem é preciso sequer conhecer a lei de Ohm. Basta imaginar que os fios são tubos de água e que os interruptores são torneiras e que as lampadas são depósitos e a bateria é o depósito de fornecimento geral. Já expliquei a muito boa gente coisas electricas segundo esta teoria e olha que fizeram muitas coisinhas giras."   Noção de corrente, tensão e resistência é algo essencial se trabalhas com corrente eléctrica! No entanto, 12v é  seguro para ninguém se magoar, mas já consegues queimar mt coisinha a esse valor de tensão.
  É simples de entender o seu funcionamento mas também não exageremos...


  Abraço a todos, e desculpem lá qualquer coisinha. Esclareço o que puder.


cumps, cienta