Inspeções vão ficar mais caras em 2019

A partir de 1 de janeiro, os valores das inspecções periódicas obrigatórias vão aumentar. As novas tabelas publicadas em Diário da República revêem as taxas em cerca de 1%, o que equivale a cerca de 30 cêntimos por veículo em inspecções normais e mais de um euro em inspecções extraordinárias

A atualização das taxas de inspeção é feita com base na “taxa de inflação medida pelo índice de preços no consumidor (sem habitação) — taxa de variação média anual por referência ao último mês que esteja disponível, publicado pelo INE”.

Com base nesta taxa são revistos os valores a pagar pelos proprietários das viaturas no caso das inspeções normais. Para veículos ligeiros, o valor vai aumentar dos 31,11 euros para os 31,43 euros.

No caso dos pesados o valor passa de 46,56 para 47,02 euros. O valor das reinspeções vão subir de 7,80 para 7,87 euros, mas serão mais caras caso sejam inspeções para a emissão de nova matrícula — habitualmente aplica-se no caso de veículos importados –, subindo de 77,65 para 78,44 euros.

As inspeções extraordinárias (IPO B) passam a custar 109,70 euros.