XR2, a sigla que surgiu à quase quatro décadas

O Ford Fiesta XR2 festeja esta semana quase quatro décadas do seu lançamento. Este modelo foi a segunda versão XR a sair de um departamento muito especial da Ford, a Ford SVE (Special Vehicle Engineering) que também desenvolveu o Capri 2.8i V6, secretamente designado por XR1, sigla que nunca foi oficialmente revelada.
Um dos XR2 do nosso Clube num dos eventos realizados.

Lançado para o mercado com um estilo e motor único, o Fiesta XR2 provou ser um pequeno pocket-rocket para a época. A sua popularidade das restantes versões combinada com o excelente motor que a divisão de Performance da Ford (Ford SVE) desenvolveram, fez com que o XR2 fosse o amor à primeira vista de muitos fãs do modelo que o poderiam adquirir pelo valor de 6.129,00 Euros.

As Especificações

O Fiesta XR2 contava com um motor de quatro cilindros (Mais um cilindro que os novos EcoBoost) de 1599 cm3 que debitava uns 83 CV e 122Nm. A sua aceleração dos 0 aos 100Km/h era feita nuns estonteantes 9,5 segundos atingindo uma velocidade máxima de 168Km/h, caso não fosse a descer. 🙂

A divisão Ford SVE

A divisão SVE foi criada pelo Engenheiro Rod Mansfield, com base operacional em Dunton (Inglaterra). A unidade ‘especial’ tinha como objectivo o desenvolvimento de veículos de performance Ford, de Dunton saíram as primeiras unidades das míticas siglas XR e RS, que ainda hoje se mantém a rolar pelas estradas e pela Garagem do Fiesta Club Portugal.